Premium Aconteceu em 1962 - O dia em que Marilyn Monroe morreu

A 6 de agosto de 1962 o nosso jornal deu conta da morte da atriz de Hollywood.

A 6 de agosto de 1962 o Diário de Notícias noticiou que "Marilyn Monroe apareceu morta nos seus aposentos em Hollywood. Num momento de depressão a famosa atriz ingeriu elevada dose de barbitúricos" e que os médicos admitiram tratar-se de suicídio.

"Foi à meia-noite (hora de Los Angeles) que a Sra. Murray, governanta de Marilyn Monroe, notou que havia luz no quarto da atriz. Nessa altura não prestou muita atenção, mas três horas mais tarde, como a luz continuava acesa, bateu à porta e tentou entrar. A porta, no entanto, estava fechada à chave. A Sra. Murray resolveu então chamar o Dr. Ralph Greenson, médico assistente da vedeta. Os repetidos apelos não obtinham resposta e a inquietação foi aumentando. O Dr. Greenson decidiu, por este motivo, pedir a colaboração de um colega, o Dr. Hyman Engelberg, e os dois homens conseguiram finalmente penetrar no quatro, quebrando os vidros de uma janela que dava para o exterior", podia ler-se no DN.

Ler mais

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG