Aconteceu em 1979 - Avião sequestrado em Las Palmas aterrou em Lisboa

Aparelho da companhia aérea Ibéria tinha cerca de 30 pessoas a bordo e foi assaltado por três membros da Legião Estrangeira, noticiava o DN de 6 de agosto de 1979

A primeira página do Diário de Notícias de 6 de agosto de 1979 dá conta de que "Chagas domina a Volta", que foi "empossado em Itália Governo de Cossiga" e que "médicos mantêm greve". Mas o destaque vai para o avião sequestrado em Las Palmas e que aterrou de madrugada em Lisboa.

O aparelho, um DC-9 da companhia aérea Ibéria, tinha cerca de 30 pessoas a bordo e fora desviado por três elementos da Legião Estrangeira espanhola.

"Funcionários da aerogare lisboeta declararam que o comandante do aparelho comunicara à torre de controlo que os assaltantes pretendiam dirigir-se para França, pelo que estavam a ser feitos contactos com Orly e Bordéus", pode ler-se na notícia.

A mesma refere que os três assaltantes foram "inicialmente tidos por alemães e depois por dois franceses e um chileno" e teriam como objetivo inicial chegar ao "Sul do continente africano" mas que terão tido de mudar de ideias devido à pouca autonomia do DC-9.

O aeroporto lisboeta encontrava-se "intransponível" devido à presença do aparelho.

O desvio do avião da Ibéria foi também notícia no The Washington Post, com o diário americano a dar conta de que os piratas do ar pediram "comida e combustível", tendo desviado o avião depois de percorrerem a pista do aeroporto de Fuerteventura num jipe da polícia roubado.

O remate da história surge através do El País , com o jornal espanhol, no dia 7 de agosto de 1979, a dar conta de que os três sequestradores acabaram por se entregar às autoridades suíças, depois de terem seguido de Lisboa para Genebra, não sem antes libertarem todos os passageiros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG