Premium Volta ao Brasil em bicicleta

O antigo presidente Lula da Silva, líder das sondagens para as eleições de outubro, cumpre pena de prisão de 12 anos e um mês por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do apartamento tríplex oferecido, segundo o juiz Sergio Moro, pela construtora OAS. Responde a mais seis ações, três na Lava-Jato e três noutras operações, envolvendo favorecimento a empresas.

O presidente da República, Michel Temer, sabe que ao sair em outubro do Planalto enfrentará em primeira instância quatro processos: por supostamente chefiar "o quadrilhão do MDB", acusado de desviar 150 milhões de euros, por beneficiar empresas do setor portuário, no porto de Santos, por ter recebido doações ilícitas, da empreiteira Odebrecht, e pelo célebre caso da mala, recebida pelo seu assessor especial numa pizaria.

Ler mais

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG