Exclusivo O clássico visto por quem jogou nos dois lados. As recordações e os palpites para hoje

Augusto Inácio, Fernando Mendes e Edmilson representaram os dois rivais que neste domingo se defrontam em Alvalade. Esperam um jogo equilibrado e não dão muita importância aos nove pontos de vantagem com que o FC Porto vai entrar em campo.

O Sporting-FC Porto deste domingo é um clássico em que só a vitória interessa às duas equipas. Esta é a opinião de três antigos jogadores das duas equipas ouvidos pelo DN. Augusto Inácio (também ex-treinador de leões e dragões), Fernando Mendes e Edmilson coincidem noutro ponto: esperam um jogo muito equilibrado, apesar dos nove pontos de vantagem que os dragões (segundos classificados) têm neste momento na classificação sobre os leões (terceiros).

Formado no Sporting, Augusto Inácio representou os leões entre 1972 e 1982. Ou seja, saiu quando o clube foi campeão nacional pela última vez antes do célebre jejum de 18 anos. E foi só quando ele regressou a Alvalade, na função de treinador, que o Sporting quebrou a maldição, alcançando um título muito festejado. "O jogo da minha vida foi nessa temporada de 1999-2000, quando o Sporting ganhou por 2-0 ao FC Porto. Passámos para a frente da classificação [a oito jornadas do final da prova] e já não mais largámos essa posição", recorda.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG