Premium Web Summit revela hoje porque escolheu ficar em Lisboa

Transferida de Dublin para Lisboa, este é o terceiro ano da maior conferência de empreendedorismo, tecnologia e inovação do mundo em Lisboa. Hoje a organização anunciará que fica mais tempo.

Mais cinco anos, renováveis por outros cinco em Portugal. Será essa a novidade a anunciar esta manhã -- no Altice Arena, onde o evento decorre pelo terceiro ano entre os próximos dias 5 e 8 de novembro -- sobre a Web Summit, avançou à Lusa fonte ligada à organização, depois de esta ter partilhado nas redes sociais que revelaria novidades nesta quarta-feira. A publicação, feita no Facebook e no Twitter, estava acompanhada de fotografias das cidades de Madrid, Berlim e Valência, que também tinham concorrido a receber o evento a partir de 2019.

Depois de cinco anos na Irlanda, onde nasceu, Paddy Cosgrave adotou Lisboa como sede da maior conferência de empreendedorismo, tecnologia e inovação em 2016, tendo reunido no ano passado cerca de 60 mil pessoas de 170 países, incluindo 1200 oradores, 2000 startups, 1400 investidores e 2500 jornalistas. Inicialmente prevista para três anos na capital, com possibilidade de se alongar mais dois, a cimeira deverá então prolongar a sua estada por Lisboa. E para isso, adiantou ontem a SIC Notícias, foi preciso um acordo entre governo e a organização do evento que vai obrigar a melhorar as condições da Feira Internacional de Lisboa, no Parque das Nações.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.