Premium Raúl de Tomás. Novo avançado do Benfica pratica boxe e mudou a vida por causa dos insultos

Avançado espanhol fez a sua formação no Real Madrid, clube onde chegou aos 10 anos. Zidane e Cristiano Ronaldo são os ídolos de RDT, um jogador que se vacinou contra os críticos e que encontrou no pugilismo uma forma de aperfeiçoar a maneira como foge aos defesas.

RDT. Estas três letras são uma espécie de marca registada de Raúl de Tomás, que tornou-se ests quarta-feira no segundo jogador mais caro da história do Benfica (20 milhões de euros), apenas superado por outro Raúl, o mexicano Jiménez, que custou 22 milhões aos cofres da Luz. As iniciais RDT estiveram bem visíveis por cima do número 9 da camisola do Rayo Vallecano, que vestiu nas duas últimas épocas, em que comprovou as qualidades que foi exibindo desde os 10 anos, quando entrou nas escolas do Real Madrid, clube que era detentor do seu passe e com quem o Benfica negociou a transferência.

Raúl de Tomás nasceu a 17 de outubro de 1994 em Madrid. É filho de um antigo futebolista a quem chamavam Beni, mas que não passou do terceiro escalão do futebol espanhol. A mãe, Mila, nasceu na República Dominicana e, por essa razão, por vezes chamam-lhe dominicano, algo que o avançado sempre refutou. "Não é que não goste, apenas não é verdade. Sou espanhol, nasci em Madrid, representei todos os escalões jovens de Espanha até aos sub-21. A minha mãe é dominicana, veio para Espanha e conheceu o meu pai quando trabalhavam juntos na escola de condução", contou numa entrevista ao jornal regional El Norte de Castilla.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG