Premium As cicatrizes de Bolsonaro no Natal brasileiro

Como na tomada de posse o presidente Jair Bolsonaro optou por fazer discursos de campanha eleitoral em vez de discursos de Estado, falando, mesmo sem o citar, mais no PT do que no seu próprio governo, recuemos uma semana e situemo-nos no que se passou no Brasil real nas festas de Natal.

E nem são para aqui chamados, por mais dramáticos que sejam, os números da Operação Natal da polícia rodoviária federal do Brasil que indicam 89 mortos e 1485 feridos entre os dias 21 e 25 de dezembro. Nem os igualmente trágicos registos de sete mortos e cinco feridos em tiroteios, só na cidade de São Paulo, na noite da consoada.

Ler mais

Exclusivos