Premium Arranque das primárias democratas: a mais estranha corrida do mundo

A 3 de fevereiro, o Iowa dá o tiro de partida para as primárias democratas que vão determinar quem será o rival de Trump nas presidenciais de novembro.

Bill Clinton costuma dizer que chegar a presidente dos EUA é "o mais difícil emprego de se conseguir": é preciso estar quase dois anos a convencer o empregador, o povo americano, a ficar com o lugar. Da disputa presidencial na América refere-se que é "a mais louca corrida do mundo". Mas esta nomeação presidencial democrata parece estar a ser a mais estranha.

O que será mais adequado para travar a reeleição de Donald Trump: a experiência institucional de Joe Biden ou a força ideológica de Bernie Sanders? E como encarar o facto de os dois favoritos à nomeação presidencial democrata estarem próximos dos 80 anos quando da tomada de posse?

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG