Em 12 anos, só uma semana no Irão separou Tarantini do Rio Ave
Exclusivo

I Liga

Em 12 anos, só uma semana no Irão separou Tarantini do Rio Ave

Médio defensivo do Rio Ave é o jogador em Portugal que veste há mais tempo a mesma camisola. Ao DN, fala desta fidelidade, da curta experiência falhada no Médio Oriente e de como na brincadeira chegou a valer 21 milhões de euros. Apesar de estar com 36 anos, ainda não pensa na despedida.

São praticamente 12 anos de ligação ao mesmo clube. Tarantini, 36 anos, jogador do Rio Ave cujo verdadeiro nome é Ricardo José Vaz Alves Monteiro, está desde o verão de 2008 na equipa de Vila do Conde e é o jogador que representa há mais tempo o mesmo emblema a nível profissional em Portugal. Ainda longe do recorde mundial atual, que pertence a Igor Akinfeev, há mais de 17 anos no CSKA de Moscovo, esta fidelidade não deixa de ser um marco e um caso raro.

Na verdade, esta ligação de uma dúzia de anos ao Rio Ave teve uma interrupção. Mas, como o próprio contou ao DN, foi curta e por isso nem sequer conta para a estatística. "Em 2012, terminei contrato com o Rio Ave e resolvi aceitar um convite do Irão. Financeiramente, as condições eram boas, mas não gostei do projeto desportivo e uma semana depois regressei a Portugal. Numa conversa anterior com o presidente do Rio Ave, em que lhe expliquei os motivos para ir para o estrangeiro, ele disse-me que eu teria sempre as portas abertas do clube quando regressasse. Uma semana depois, estava a bater-lhe à porta e renovámos o contrato", recorda Tarantini ao DN.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG