Exclusivo Israel vs. Irão. Uma longa história de sabotagem e um presente envenenado para Joe Biden

Os ataques a cientistas e instalações nucleares não são uma novidade no Médio Oriente, mas o mais recente surge em final de mandato de Trump, o que sugere dias imprevisíveis pela frente.

"Fakhrizadeh, lembrem-se deste nome", disse o primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu em maio de 2018, depois de ter revelado que a Mossad havia roubado milhares de documentos ao Irão.

Na sexta-feira, , foi assassinado Mohsen Fakhrizadeh, o físico e guarda da revolução que tinha trabalhado de 1999 a 2003 no projeto militar secreto Amad, que tinha o objetivo de produzir cinco ogivas nucleares.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG