Vinci rasgou concessão à Lojas Francas e TAP teve de vender... à Vinci

TAP encaixou 15,6 milhões com venda de 51% de empresa de vendas em aeroportos e a bordo. LFP lucrou 17,5 milhões de euros nos dois últimos anos.

A TAP encaixou 15,6 milhões de euros com a venda de 51% do capital que detinha na Lojas Francas de Portugal (LFP). O negócio foi fechado em novembro do ano passado e, segundo o Ministério do Planeamento e Infraestruturas, foi precipitado pela própria Vinci, vencedora da privatização da ANA e da madeirense ANAM, gestoras dos aeroportos. A Vinci avançou para a compra da LFP depois de rasgar unilateralmente as licenças de exploração que esta empresa tinha para explorar lojas nos seus aeroportos.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos