UE: Cabo Verde na lista “cinzenta” de paraísos fiscais e Macau fica de fora

A lista, instituída em 2017, pretende reforçar o quadro de cooperação administrativa fiscal no âmbito da OCDE. d

Os ministros das Finanças da União Europeia, reunidos esta terça-feira em Bruxelas, adotaram uma “lista negra” atualizada de jurisdições fiscais não cooperantes, composta por 15 países, permanecendo Cabo Verde na “lista cinzenta”, enquanto Macau já não é motivo de preocupação.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG