TAP receberá financiamento em meados de junho

O Governo espera que até ao final de maio haja uma fundamentação técnica sobre as necessidades de financiamento.

A TAP deverá receber financiamento para ultrapassar a crise provocada pela quase paragem da operação aérea devido à pandemia do novo coronavírus "em meados de junho". A previsão foi avançada esta quarta-feira por Álvaro Novo, secretário de Estado do Tesouro, no Parlamento, no âmbito da audição ao ministro do Estado e das Finanças, que ainda decorre.

Álvaro Novo adiantou que o Governo recebeu um pedido de auxílio da administração da TAP, "mas não se coaduna receber uma carta a fazer o pedido", disse, acrescentando que é "necessário reforçar a fundamentação do pedido".

O secretário de Estado prevê que "até ao final de maio haja uma fundamentação técnica sobre as necessidades de financiamento e as alterações estratégicas para garantir não só o curto prazo", mas também o que vai ser o futuro da companhia".

E apontou o prazo de "meados de junho" para que o processo esteja terminado e seja possível então injetar capital na TAP.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG