Setores tradicionais com 147 mil empregos vagos

Calçado, têxtil, metalurgia, restauração e construção pedem mais trabalhadores. Salários baixos levam "os mais competentes" a emigrar, diz a CGTP

Com a economia a crescer, sucedem-se os alertas das empresas da falta de mão de obra disponível: só as indústrias tradicionais, a construção e a hotelaria e restauração reclamam quase 147 mil pessoas. Isto apesar de haver, ainda, 424 mil desempregados em Portugal em novembro de 2017, segundo os dados do INE. Para os sindicatos, o problema está na "política de baixos salários e de trabalho precário" que leva a que "os melhores profissionais emigrem". As associações patronais falam em desajuste entre a oferta e a procura e reclamam a criação de condições para a "receção seletiva" de imigrantes qualificados.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG