Serra da Estrela já tem hotéis cheios para o Natal e a Passagem do Ano

Hotelaria da região com crescimento nas reservas até ao final do ano. Portugueses dominam na procura por aquele destino. Famílias demonstram mais propensão para consumir

Quando o frio chega, muitos portugueses rumam à Serra da Estrela na esperança de encontrar a montanha pintada de branco. Depois de meses de confinamento e limitações, muitos são os que já decidiram ir passar uns dias à serra. Os hoteleiros notam claros sinais de procura e há mesmo unidades na região já com casa cheia para o Natal e Ano Novo.

"É um destino em franca recuperação. A procura da Pousada da Serra da Estrela, localizada em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, na Covilhã, já está muito próxima dos números de 2019, o que nos deixa muito otimistas em relação aos próximos meses", avança fonte oficial das Pousadas de Portugal.

O grupo Vila Galé detém uma unidade em Manteigas e Gonçalo Rebelo de Almeida, administrador, assume que "a procura prevista para estes dois últimos meses" de 2021 "no Vila Galé Serra da Estrela está substancialmente acima da registada nos mesmos meses de 2020, tendo em conta o volume de reservas atual".

A situação epidemiológica que Portugal atravessa nesta reta final do ano é bastante distinta do que vivia há um ano. Com mais de 80% da população vacinada, há mais confiança para viajar. Além disso, a taxa de poupança das famílias cresceu durante a pandemia, tendo muitas mais poder de compra para consumir, incluindo em viagens.

"Podemos afirmar que para dezembro, face às reservas já realizadas, temos à data uma taxa de ocupação mensal próxima dos 50%, que compara com cerca de 15% em 2020. Para o Natal e para o Réveillon, o hotel já está completo, sendo a procura sobretudo de público nacional", diz o administrador do Vila Galé.

Novembro já não tem no calendário nenhum feriado mas dezembro tem dois logo no início do mês, a meio da semana, o que convidará a um fim-de-semana prolongado. "Não há uma tendência dominante: há reservas de última hora, sobretudo fins-de-semana, e reservas para o mês de dezembro. A procura é maioritariamente nacional, seguindo a lógica dos anos pré-pandemia que afirmou este como um dos principais destinos de inverno do país", diz fonte oficial das Pousadas de Portugal. "Em linha com o sucedido em 2019, e anos anteriores, confirma-se um número crescente de reservas para" a Passagem do Ano, acrescenta.

O grupo Natura IMB Hotels tem cinco unidades hoteleiras na região. Ana Morais, da direção-geral de Operações desta cadeia, indica que para o Natal e Passagem do Ano "o H2otel [uma das unidades] encontra-se completo" e "a procura pelas restantes unidades está a decorrer a bom ritmo".

A responsável lembra que "o destino Serra da Estrela, agora Geopark Estrela, é alvo de muita procura nas diversas estações do ano". Contam tanto com reservas de última hora como com clientes que preferem garantir que têm quartos nas datas pretendidas.

"O grupo possui ofertas diferenciadas, pelo que existe uma maior antecipação das reservas no H2otel [eco-hotel certificado e que está localizado a 750 metros de altitude] e no Puralã [Boutique & Lifestyle Hotel na Covilhã, que procura mostrar a cultura dos lanifícios típica da região] de forma a salvaguardar disponibilidade. Mais próximo das datas, verificamos a procura para o Sport Hotel e Lusitânia, estando o Hotel Vanguarda de momento encerrado para remodelação total e reconceptualização da unidade", diz a responsável, acrescentando que a maioria da procura é registada por residentes, embora, dada a proximidade, conseguem captar alguns espanhóis e, "ainda muito timidamente, mas já verificámos procura de outras nacionalidades, nomeadamente israelita, francesa e belga".

Verão quente
Se na zona da Serra da Estrela o inverno é tipicamente frio e branco, o verão é soalheiro e quente. Uma das tendências que marcou o turismo durante a pandemia foi uma crescente opção por destinos que permitam contacto com a natureza e algum distanciamento social.

"Esta é uma região que tem muita procura no inverno, devido à neve. Mas que também teve boa performance no verão, exatamente pela sua envolvência, dada a proximidade com a natureza e pela possibilidade de realizar atividades ao ar livre, como caminhadas", diz Gonçalo Rebelo de Almeida.

As unidades do grupo Nature IMB estiveram abertas no verão - com exceção do Hotel Vanguarda, que esteve já a ser alvo de obras de remodelação. Ana Morais recorda que "o nosso destino é procurado em todas as estações do ano, pelo que a procura de verão do destino Serra da Estrela, agora Geopark Estrela, já é uma realidade anterior à época pandémica, e que tem vindo a aumentar ao longo dos anos".

A Pousada da Serra da Estrela também esteve de portas abertas neste verão e fonte da unidade assegura que contaram "com uma excelente ocupação".

Ana Laranjeiro é jornalista do Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG