Salário médio no turismo foi 6% inferior à média nacional em 2017

A remuneração média por trabalhador nas atividades características do turismo ficou 6,0% abaixo da média nacional em 2017, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo INE, enquanto o emprego no turismo aumentou para 9% do total do emprego nacional.

De acordo com a Conta Satélite do Turismo do Instituto Nacional de Estatística (INE), que para o emprego tem dados apenas relativos a 2017, nesse ano o emprego nas atividades características do turismo aumentou 8,7% face a 2016 para 413.567 ETC (medido em equivalente a tempo completo), representando 9,0% do total do emprego nacional.

Já considerando exclusivamente a componente turística das atividades características do turismo (ou seja, dentro de atividades como hotéis ou restaurantes fazendo uma análise mais fina do peso do turismo, uma vez que há clientes que não turistas que usam estas atividades), o emprego correspondeu a 5,1% do total do emprego nacional (231.620 ETC).

Do emprego total, cerca de 84% do emprego (ETC) concentrou-se em restaurantes e similares (51,2%), hotéis e similares (20,7%) e transporte de passageiros (12,2%).

Quanto às remunerações, em 2017, a remuneração média por trabalhador nas atividades características do turismo foi inferior em 6,0% à média nacional.

Contudo, há diferenças por atividade: a remuneração média por trabalhador é inferior à média nacional em restaurantes e similares (76,3%), hotéis e similares (90,7%) e serviços culturais (98,3%).

Por outro lado, a remuneração média é superior à média nacional em transportes de passageiros (143,7%), desporto, recreação e lazer (128%), aluguer de equipamentos de transporte (109,1%) e agências de viagens (107,4%).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG