Recurso ao crédito pessoal dispara em setembro

O novo crédito pessoal subiu 16,9% em setembro, face ao mês anterior. Também o recurso a linhas a descoberto e cartões de crédito disparou.

Os portugueses endividaram-se em mais 538,5 milhões de euros em novos empréstimos ao consumo, em setembro, um aumento de 6,4% face ao mês anterior, com o recurso ao crédito pessoal, a linhas a descoberto e a cartões de crédito a registar um aumento superior a 16%.

Comparando com o mês de setembro de 2019, a evolução global dos novos créditos ao consumo corresponde a uma descida de 15,3%.

Segundo os dados divulgados esta segunda-feira pelo Banco de Portugal, os portugueses contrataram 209 milhões de euros em crédito pessoal, uma subida de 16,9% face a agosto. Quanto ao novo crédito relacionado com linhas a descoberto e cartões de crédito, subiu 16,1%, fixando-se em 89 milhões de euros.

Só o crédito automóvel registou uma quebra mensal, de 4,1%, em setembro, atingindo o montante de 240 milhões de euros.

O número de novos contratos de crédito ao consumo atingiu os 110,1 mil, um aumento de 9,3% em termos mensais e uma quebra de 19,3% face a setembro de 2019.

Elisabete Tavares é jornalista do DInheiro Vivo, a sua marca de economia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG