Da Rodoviária do Tejo à Uber. Transportadoras admitem limitar serviços

Greve convocada pelo sindicato dos motoristas de matérias perigosas está a parar o país. Siga em direto.

A Associação Nacional de Revendedores de Combustível (ANAREC) estima que esta terça-feira cerca de 40% dos postos da rede nacional estejam inativos ou em situação de pré-rutura de 'stock', com tendência para aumentar nas próximas horas. A falta de combustível, devido à greve convocada pelo sindicato dos motoristas de matérias perigosas, está a parar o país: transportes públicos, taxistas e condutores já não conseguem abastecer e há longas filas junto aos postos.

Siga em direto.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG