Preço da luz desce 18 cêntimos por mês no mercado regulado em 2020

A proposta da ERSE aponta para uma queda de 0,4% nos preços do mercado regulado no próximo ano.

A Entidade Reguladora Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) publico esta terça-feira, 15 de outubro, as propostas tarifárias para 2020, de acordo com as quais se verifica uma queda de 0,4% nos preços do mercado regulado, o que equivale a menos 18 cêntimos por mês numa fatura média mensal de 43,9 euros, em baixa tensão normal (mercado residencial e PME, com um potência contratada inferior a 20,7 kVA).

Apenas cerca de um milhão de consumidores se mantêm ainda no mercado regulado da eletricidade em Portugal, enquanto o mercado livre conta com 5,2 milhões de consumidores e tem vindo a ganhar cada vez mais peso.

Para os consumidores com tarifa social, a proposta tarifária para o próximo ano prevê uma descida de 11 cêntimos na fatura mensal de eletricidade (numa conta média de 27 euros), a somar ao desconto de 13,81 euros já aplicados.

Bárbara Silva é jornalista do Dinheiro Vivo

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG