Portugal, o 5º país da Europa que mais se esforça com a banca

Custo acumulado suportado por contribuintes sobe 9% em 2018, para 19 mil milhões de euros. Carga bancária já vai em 9,5% do PIB, maior que em Espanha

O custo acumulado suportado pelos contribuintes portugueses com apoios ao sector financeiro desde o início da crise financeira atingiu um novo máximo absoluto e relativo em 2018, mostram dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) analisados pelo Dinheiro Vivo (DV). O país aparece com a quinta maior taxa de esforço da Europa nas ajudas à banca, tendo em conta a dimensão da economia.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG