Portos movimentaram menos carga em 2018. A culpa é do petróleo e do carvão

Recorde de movimento de contentores, carros e outros granéis foi insuficiente para travar quebra de 3,5% no volume total de carga.

Os portos portugueses fecharam o ano de 2018 com uma quebra de 3,5% face a 2017 no volume total de carga, atingindo 93 milhões de toneladas, ou seja, menos 3,3 milhões.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG