PIB cresce menos no trimestre e deixa final do ano em aberto

Economia recupera ao ritmo mais rápido dos últimos dez anos, mas nem todos os economistas estão convencidos com o "milagre" de Centeno

As expetativas eram altas. As contas dos economistas, e até do Governo, apontavam para uma subida do PIB na ordem dos 3%. Mas os números avançados pelo INE acabaram por ficar aquém das previsões. A economia acelerou 2,8% entre abril e junho em relação ao ano passado e 0,2% face ao primeiro trimestre, segundo a estimativa rápida.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG