Pedro Nuno Santos: "TAP está com receitas acima do previsto no plano de reestruturação"

Ministro admitiu a possibilidade de a transportadora aérea nacional abdicar de slots no Aeroporto de Lisboa

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, revelou esta sexta-feira que a "TAP neste momento está com um nível de receitas acima do previsto no plano de reestruturação", mas alertou que há ainda "um debate com a Comissão Europeia que é complexo e demorado".

O governante diz que o "trabalho com a Comissão Europeia tem sido muito bom", vincou a necessidade de proteger a TAP mas admitiu a possibilidade de a transportadora aérea nacional abdicar de slots no Aeroporto de Lisboa.

"Não tenhamos ilusões sobre a necessidade de devolver ou abdicar de slots no Aeroporto de Lisboa. Já aconteceu com a Air France e a Lufthansa. A TAP não tem necessariamente interesse em usar todos os slots. É um processo difícil", afirmou.

Sobre as eleições legislativas de 30 de janeiro, Pedro Nuno Santos garante que o "PS vai apresentar-se a eleições com o seu programa e os seus candidatos e vai bater-se pelo melhor resultado possível, que lhe permita continuar a governar".

Questionado sobre se tem interesse em chegar à liderança do PS, poucos dias depois de António Costa ter admitido que deixaria o cargo em caso de derrota nas legislativas, o ministro diz que "não há razão para partir do princípio que nas eleições o PS vai ter um mau resultado". "Temos feito um grande trabalho ao longo destes seis anos. O PS é um partido em que todos podem confiar. Todos os socialistas estão focados em obter o melhor resultado possível", acrescentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG