Pagamentos em atraso do Estado subiram 15% desde início do ano

Hospitais atrasaram muito os seus pagamentos face a dezembro e janeiro. Só em julho é que parece haver uma ligeira moderação.

Os pagamentos em atraso por parte do Estado e outras entidades públicas aumentaram de forma visível desde o início do ano. Segundo os dados da execução orçamental das Finanças, o valor total das dívidas por pagar há mais de 90 dias aumentou de 987 para 1140 milhões de euros entre janeiro e julho (mais 15,5%). Há um ano, neste mesmo período, os pagamentos em atraso estavam a cair 40% face a janeiro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG