Orçamento do Estado: Geringonça afinada em fim de legislatura

Os temas que mais separam governo e parceiros de esquerda não vão ensombrar nem criar linhas vermelhas negociações do último OE da geringonça.

Aquele que há uns meses indicava que iria ser o Orçamento do Estado (OE) mais difícil desta legislatura parece encaminhar-se, afinal, para uma negociação suave entre os parceiros da geringonça. Os temas quentes que têm causado mais atrito entre o governo, o Bloco de Esquerda e o PCP estão a ser empurrados para outras mesas negociais – à margem deste OE. Exemplos? O pacote laboral de combate à precariedade; o aumento do salário mínimo nacional; o descongelamento das carreiras dos professores (que os partidos de esquerda entendem que é uma matéria que deve ser tratada à parte) ou os aumentos salariais na função pública, que defendem, mas remetem para a discussão sindical. A nuvem negra deste processo poderá vir do lado da energia.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG