Novas reformas caíram 33% em 2015

Em 2015 reformaram-se 15 593 funcionários públicos. São menos 7707 do que em 2001 e o número mais baixo desde 2001. Maiores penalizações e cortes travam saídas antecipadas

As medidas de aumento da idade da reforma e de reforço das penalizações das pensões antecipadas já começaram a ter efeito no ritmo de saídas da funcçõa pública. E são a principal razão para que o número de novos pensionistas da Caixa Geral de Aposentações (CGA) não vá este ano além dos 15 593, o que corresponde a uma queda de 33% face a 2014.Quando 2015 chegar ao fim, o universo de funcionários públicos que decidiu reformar-se este ano (por velhice ou por invalidez) será o mais reduzido desde 2001.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG