Minuto imobiliário: O que nos traz 2022 no imobiliário (Vídeo)

Em parceria com o Dinheiro Vivo, todas as sextas-feiras, o consultor imobiliário José Cabral, especialista no mercado residencial da Grande Lisboa e autor do blogue A House in Lisbon, lança um vídeo de cerca de 60 segundos com dicas muito práticas sobre tudo o que é importante no mercado imobiliário.

Nas últimas dez semanas no Dinheiro Vivo, o Minuto Imobiliário chegou até si para lhe dar dicas sobre tudo o que é importante no mercado imobiliário. Entre as vantagens e as desvantagens de comprar uma casa em planta até às garantias dos imóveis, passando pelo cálculo de mais-valias, foram vários os temas debatidos.

Em jeito de balanço, vamos resumir tudo aquilo que o Minuto Imobiliário veio trazendo ao longo das semanas.

Trouxemos-lhe dicas para o ajudar a tratar das burocracias quando muda de casa. Um processo que pode causar algum stress e ansiedade. Entre procurar empresas de transporte, gerir as despesas, alterar contratos de serviços e encaixotar tudo, há mais burocracias a ter em conta. Nomeadamente, no que toca à alteração de morada. Para o ajudar, enumerámos os assuntos que terá de resolver com mais urgência.

Também falámos sobre as vantagens e as desvantagens de comprar uma casa em planta. Com o mercado imobiliário a ferver, um dos negócios que tem despertado a curiosidade é a compra de casas em planta, principalmente nas grandes cidades. E o que é uma casa em planta? Nada mais nada menos do que uma casa com projeto aprovado ou já em construção.

Outro tema que o Minuto Imobiliário lhe trouxe foi o direito legal de preferência. Um direito que certa pessoa tem de preferir a qualquer outra pessoa numa compra, ou noutro negócio, previsto na lei. Por exemplo, se mora numa casa arrendada há mais de dois anos, vai ter prioridade no caso de o senhorio querer vender o imóvel. Ajudámo-lo a perceber mais sobre este direito e como se aplica.

Os fatores que indicam se está a fazer um bom negócio imobiliário também foram debatidos. Apesar de não existir uma fórmula exata para calcular o preço de um imóvel, são vários os fatores que podem ter influência na determinação deste valor. Antiguidade, localização, tipologia e exposição, são apenas alguns deles.

Além de saber identificar os bons negócios, o Minuto Imobiliário ajudou-o também a analisar as transformações que estão a acontecer nas cidades e que influenciam este mercado. Locais que até então passavam despercebidos, estão atualmente a ganhar vida. Estas mudanças trazem mudanças. Não só no que diz respeito à atração de empresas, novos negócios, turismo para as redondezas, mas também no que toca ao preço das casas e aos arrendamentos.

Falou-se também sobre a importância das fontes fidedignas quando o assunto é comprar casa. Estar bem informado é crucial para tomar decisões. E quando se trata de uma decisão como a compra de uma casa, por exemplo, quanto mais informação fidedigna tiver, melhor. Só assim evitará ser apanhado de surpresa.

E se for construir casa, o Minuto Imobiliário também lhe trouxe dicas e alguns cuidados a ter. Construir uma casa de raiz pode ser o sonho de muitos. Não encontrará nada mais personalizado e ao seu gosto no mercado. Apesar dos elevados preços das casas tornarem a construção mais apelativa, construir uma casa também implica grandes despesas.

Outro tema que levanta sempre muitas dúvidas é o das mais-valias. Quando se vende uma casa, o Estado cobra imposto sobre metade do lucro obtido com a venda de um imóvel. Mas, afinal, como se calculam as mais-valias?

E, por fim, também a garantia das casas novas foi tema nesta rubrica semanal. Se comprou uma casa nova e tem defeitos, saiba que, atualmente, a legislação prevê uma garantia de cinco anos a partir da data de aquisição no caso de defeitos de construção em imóveis adquiridos por contrato de compra e venda. Mas, a partir de 1 de janeiro de 2022, o prazo de garantia dos imóveis passa a ser de dez anos.

Fique desse lado. E até para o ano!

Veja aqui todos os episódios Minuto Imobiliário

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG