Marcelo encerra Web Summit: "Estou ansioso para estar convosco em 2021"

O "Presidente dos afetos" considera que "precisamos do toque humano para as nossas vidas" e que teve razão em falar sobre alterações climáticas e multilateralismo. E garantiu: em 2021 "estarei cá"

Marcelo Rebelo de Sousa voltou a encerrar a Web Summit. Só que desta vez esteve sentado, no Palácio de Belém, a ler uma mensagem pré-gravada, ao contrário da intervenção de improviso que já habituou os participantes. O Presidente da República já está ansioso pela edição presencial de 2021, em Lisboa.

"Todos nós já sonhámos alguma vez com um mundo totalmente digital. Uma Web Summit totalmente digital. Este ano estivemos quase lá, infelizmente por razões muito más", lamentou Marcelo. "Precisamos do toque humano, crucial para as nossas vidas", acrescentou o "Presidente dos afetos", como se tornou conhecido nos últimos cinco anos.

O chefe de Estado lembrou ainda que a Web Summit "não é só sobre tecnologia. É sobre o futuro da humanidade". Aproveitou para recordou que "há três anos" falou o impacto das alterações climáticas, "que se negava". Com a eleição de Joe Biden e o regresso dos Estados Unidos ao Acordo de Paris, "percebemos que estávamos certos".

O mesmo aplica-se ao multilateralismo. "A pandemia mostrou que nenhum país, sozinho, pode lidar com estas questões. É impossível. Temos de estar juntos e trabalhar juntos, com as instituições internacionais."

Mesmo sem ter anunciado a recandidatura a Belém, Marcelo assegura. "Eu estarei cá."

A mensagem terminou ao fim de cinco minutos: "Não se esqueçam: para o ano, a Web Summit será em Lisboa, Portugal. Estou ansioso para estar convosco. Vemo-nos lá."

jornalista do Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG