Mais de 270 mil já entregaram IRS. Contribuintes devem estar "tranquilos" sobre reembolso

Não há, no entanto, prazos médios para a devolução do imposto, nos casos em que há lugar a reembolso.

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais disse esat quarta-feira que até meio da manhã já foram entregues mais de 270 mil declarações de IRS e afirmou que os portugueses podem "estar tranquilos" relativamente ao reembolso.

"Estamos em condições de proceder aos reembolsos do IRS e por isso iniciamos hoje a campanha de IRS e os portugueses têm de estar tranquilos relativamente a esta matéria", afirmou o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, em entrevista à SIC.

Sem avançar prazos médios para a devolução do imposto, António Mendonça Mendes afirmou que tudo será feito com a rapidez "que a circunstância atual exige".

É "muito importante que os portugueses tenham isto em mente, quer quando falamos dos reembolsos do IRS quer quando falamos de todos os outros apoios [que foram aprovados para mitigar o impacto do surto de covid-19 na economia]", declarou.

O prazo para a entrega do IRS começou hoje, decorrendo até 30 de junho. Os prazos legais da campanha do IRS determinam que a liquidação das declarações tem de estar feita até 31 de julho, podendo o pagamento dos reembolsos ser feito até 31 de agosto.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG