Libra cai para o valor mais baixo desde 1985 depois do Brexit

No dia do referendo a libra atingiu o valor mais alto de 2016. Após a divulgação dos resultados a queda foi brutal

A libra colapsou para o seu valor mais baixo desde 1985 devido aos resultados parciais do referendo no Reino Unido, que dão vantagem à saída da União Europeia.

A divisa britânica caiu para 1.3466 dólares, o seu valor mais baixo em três décadas, de acordo com dados da Bloomberg.

Os mercados asiáticos estão também hoje a sofrer fortes oscilações devido aos resultados renhidos do referendo, com as casas de apostas a considerarem que o 'brexit' (saída da União Europeia) é o mais provável.

As sondagens têm colocado os dois campos 'taco a taco', mas os mercados mundiais tinham chegado a um consenso geral, na última semana, de que o 'bremain' (permanência na União Europeia) venceria.

No entanto, uma série de vitórias do campo da saída em vários círculos eleitorais começaram a gerar instabilidade.

O dólar também caiu abaixo dos 100 ienes pela primeira vez desde novembro de 2013, devido à elevada procura da moeda nipónica, considerada uma divisa de refúgio.

O dólar chegou a valer 99,03 ienes pouco depois das 11:30 (03:30 em Lisboa), quando a bolsa de Tóquio encerrou para a pausa a meio da sessão.

A moeda norte-americana voltou a fixar-se, pouco depois, acima dos 100 ienes, mas ainda assim muito abaixo dos 103-104 ienes com que começou a sessão.

Por seu lado, o euro chegou a cair até aos 115,46 ienes, o nível mais baixo em três anos e meio, ainda que pouco depois a queda tenha desacelerado.

A força do iene, muito prejudicial às empresas exportadoras nipónicas, pesou sobre a bolsa de Tóquio, que caiu mais de 3% a meio da sessão, marcada pelo receio de uma saída do Reino Unido da União Europeia.

Pelas 04:40, quando faltava apurar 88 dos 382 colégios eleitorais, o 'brexit' liderava com 52% dos votos, com o 'bremain' nos 48%.

Outros Conteúdos GMG