Juncker: "Não aceito que leite seja vendido mais barato do que água"

Portugal vai receber um montante que atinge quase os quatro milhões de euros

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse hoje, em Estrasburgo, não admitir que o leite seja vendido a um menor preço do que a água, garantindo os apoios de Bruxelas aos agricultores em crise.

"O setor leiteiro foi afetado pelo embargo da Rússia e a Comissão Europeia mobilizou montantes significativos para ajudar os agricultores", disse Juncker.

"Não aceito que o leite seja vendido a um preço mais baixo do que a água", adiantou.

Portugal vai receber um montante que atinge quase os quatro milhões de euros. Esta verba faz parte da primeira tranche de apoios de Bruxelas, no valor global de 350 milhões de euros, que será repartida pelos 28 Estados-Membros. Uma segunda tranche, no valor de 150 milhões, será utilizada para premiar os produtores que aceitarem reduzir a produção.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG