Tomás Correia violou limites de investimentos especulativos

A Caixa Económica tinha investimentos especulativos e empréstimos de risco de cerca de 850 milhões de euros a nove clientes, apesar dos alertas.

Depois da crise do subprime, a gestão de Tomás Correia violou, em 2014, os limites de investimentos especulativos, apostando em derivados da PT e concedendo créditos a clientes de risco. O resultado traduz-se em perdas de quase 600 milhões de euros, escreve o Público, esta quinta-feira.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Começar pelas portagens no centro nas cidades

É fácil falar a favor dos "pobres", difícil é mudar os nossos hábitos. Os cidadãos das grandes cidades têm na mão ferramentas simples para mudar este sistema, mas não as usam. Vejamos a seguinte conta: cada euro que um português coloca num transporte público vale por dois. Esse euro diminui o astronómico défice das empresas de transporte público. Esse mesmo euro fica em Portugal e não vai direto para a Arábia Saudita, Rússia ou outro produtor de petróleo - quase todos eles cleptodemocracias.