Subsídio de desemprego. Valor máximo passa para 1.089,4 euros

O limite mínimo mensal da prestação social aumenta 6,86 euros, ou seja, para 435,76 euros

O valor máximo do subsídio de desemprego vai aumentar 17,15 euros no próximo ano, para 1 089,4 euros, segundo cálculos com base na inflação de novembro publicada esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística.

A inflação média dos últimos 12 meses, sem habitação, referente a novembro, publicada pelo INE, de 1,03% permite definir a atualização do Indexante de Apoios Sociais (IAS) que aumentará 1,6% para 435,76 euros em janeiro de 2019, segundo dados confirmados à Lusa pelo Ministério do Trabalho.

O IAS serve de referência para atualizar várias prestações sociais, entre elas, os valores mínimos e máximo do subsídio de desemprego.

Assim, em janeiro, o limite mínimo mensal do subsídio de desemprego aumenta 6,86 euros para o valor correspondente ao IAS (435,76 euros), enquanto o montante máximo permitido será fixado em 1 089,4 euros.

A inflação de novembro do INE também serve para atualizar as pensões, que terão subidas entre 0,78% e 1,6% no próximo ano.

Ler mais

Exclusivos