Plano Juncker duplica meta do emprego até 2020

Em janeiro de 2015, Plano Juncker tinha como meta alavancar 315 mil milhões de euros em investimento até 2018. Diz que já supera 335 mil milhões.

O Plano de Investimento para a Europa, batizado como Plano Juncker (o apelido do atual presidente da Comissão Europeia, superou a meta inicial de investimentos esperados e prevê agora duplicar o número de postos de trabalho a criar nos próximos três anos: diz que criou 750 mil empregos em três anos e que pretende chegar a 1,4 milhões até final de 2020.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.