Eles estão aí. O que muda na conta da luz com os contadores inteligentes?

A EDP Distribuição garante que o consumo de eletricidade não aumenta e a fatura também não. A Deco diz que falta informação.

A meta é ambiciosa: até 2022, a EDP Distribuição quer que 100% dos consumidores de eletricidade - mais de 6 milhões de portugueses - tenham contadores inteligentes, estando a instalar uma média de 10 mil destes aparelhos por semana. "Nesta altura já estão instalados 1,3 milhões de novos contadores em todo o país", assegurou o presidente da EDP Distribuição, João Torres, num investimento que ronda os 35 milhões de euros.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

O Banco de Portugal está preso a uma história que tem de reconhecer para mudar

Tem custado ao Banco de Portugal adaptar-se ao quadro institucional decorrente da criação do euro. A melhor prova disso é a fraca capacidade de intervir no ordenamento do sistema bancário nacional. As necessárias decisões acontecem quase sempre tarde, de forma pouco consistente e com escasso escrutínio público. Como se pode alterar esta situação, dentro dos limites impostos pelas regras da zona euro, em que os bancos centrais nacionais respondem sobretudo ao BCE? A resposta é difícil, mas ajuda compreender e reconhecer melhor o problema.