CTT quer fechar 22 lojas pelo país. Veja quais são

Encerramento de um número indeterminado de lojas, consideradas não rentáveis, estava previsto no plano de reestruturação dos CTT

Os CTT preparam-se para fechar 22 lojas dos Correios em todo o país, a maioria das quais na Grande Lisboa e Grande Porto, noticiou o Eco e confirmou o Dinheiro Vivo junto da Comissão de Trabalhadores.

A notícia foi entretanto confirmada oficialmente. O fecho de um número indeterminado de lojas não rentáveis estava previsto no plano de reorganização da empresa liderada por Francisco Lacerda que prevê a saída de 800 trabalhadores entre 2018-2020. Com estes encerramentos poderão estar em causa cerca de quatro dezenas de postos de trabalho.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

A "taxa Robles" e a desqualificação do debate político

A proposta de criação de uma taxa sobre especulação imobiliária, anunciada pelo Bloco de Esquerda (BE) a 9 de setembro, animou os jornais, televisões e redes sociais durante vários dias. Agora que as atenções já se viraram para outras polémicas, vale a pena revistar o debate público sobre a "taxa Robles" e constatar o que ela nos diz sobre a desqualificação da disputa partidária em Portugal nos dias que correm.

Premium

Rosália Amorim

Crédito: teremos aprendido a lição?

Crédito para a habitação, crédito para o carro, crédito para as obras, crédito para as férias, crédito para tudo... Foi assim a vida de muitos portugueses antes da crise, a contrair crédito sobre crédito. Particulares e também os bancos (que facilitaram demais) ficaram com culpas no cartório. A pergunta que vale a pena fazer hoje é se, depois da crise e da intervenção da troika, a realidade terá mudado assim tanto? Parece que não. Hoje não é só o Estado que está sobre-endividado, mas são também os privados, quer as empresas quer os particulares.