Bruxelas quer fim dos combustíveis fósseis até 2050

A meta de Bruxelas pode permitir poupar até 3 mil milhões por ano, entre 2030 e 2050. A proposta é discutida esta quarta-feira no Parlamento Europeu.

A era dos combustíveis fósseis tem os dias contados na Europa. Pelo menos é com essa visão que a Comissão Europeia definiu uma nova meta para eliminar totalmente a emissão de gases com efeito de estufa até 2050. Para isso, terá que se colocar a tributação às empresas tecnológicas mais poluentes ao serviço das energias renováveis amigas do ambiente.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.