As imagens do eclipse que custou 700 milhões em produtividade

Empresas norte-americanas concederam 20 minutos aos trabalhadores para observarem o fenómeno, algo que não saiu barato aos cofres norte-americanos

Não é todos os dias que ocorre um eclipse solar total. Aliás, no caso dos Estados Unidos, onde o fenómeno ocorreu de forma mais visível, tal não acontecia há quase cem anos (a última vez foi em 1918). Essa foi a principal razão que levou milhões de cidadãos a sair às ruas para observar, registar e recordar os três minutos (hora e meia, se for considerado o período combinado de visibilidade ao longo de todo território norte-americano) durante os quais a Lua se interpôs entre o Sol e a Terra.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.