230 professores que pediram pré-reforma ainda não tiveram luz verde

Aos professores, Educação justifica atraso com falta de orientações das Finanças.

Foram 230 os pedidos de professores interessados em pedir a pré-reforma que chegaram à Direção-Geral da Administração Escolar (DGAE). Mas até agora nenhum deles teve luz verde para avançar, indica o Público. Os Ministérios da Educação e das Finanças não se comprometem com um prazo de resposta.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

adoção

Técnicos e juízes receiam ataques pelas suas decisões

É procurador no Tribunal de Cascais há 25 anos. Escolheu sempre a área de família e menores. Hoje ainda se choca com o facto de ser uma das áreas da sociedade em que não se investe muito, quer em meios quer em estratégia. Por isso, defende que ainda há situações em que o Estado deveria intervir, outras que deveriam mudar. Tudo pelo superior interesse da criança.