Ingleses e gestores de ativos, os grandes compradores de dívida em 2016

Logo a seguir, surge o grupo composto por França, Itália e Espanha. Bancos centrais também emprestaram dinheiro.

O Reino Unido e as gestoras de ativos foram os grandes compradores de dívida pública sindicada (Obrigações do Tesouro) durante 2016, indicam dados do Ministério das Finanças recolhidos pelo Dinheiro Vivo. As instituições parqueadas na Grã-Bretanha foram responsáveis por 24% do dinheiro emprestado à República Portuguesa. Visto de outra perspetiva, as gestoras de ativos respondem por 43% do total.

Exclusivos