Impostos diferidos. Estado pode perder 680 milhões de euros de 2019 a 2026

Entre 2016 e 2018, efeito é bom para as contas: ajuda défice em 321 milhões de euros. Mas daí até 2026 a fatura é pesada: orçamentos vão perder no total 680 milhões de euros.

O novo regime facultativo de impostos diferidos sobre ativos empresariais entretanto reavaliados, um esquema estabelecido pelo atual governo, deverá gerar perdas avultadas nas contas públicas, agravando o saldo público em 680 milhões de euros entre 2019 e 2026.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos