Há menos pessoas a pedir ajuda à Cáritas mas são cada vez mais pobres

INE aponta que, em 2015, havia 19,5% de portugueses em risco de pobreza. Líder da Cáritas critica e diz que número fica aquém da realidade

O presidente da Cáritas Portuguesa, afirmou que já não estão a aparecer "fluxos muito grandes" de pessoas que pedem ajuda à instituição pela primeira vez, mas alertou que quem caiu na pobreza está "cada vez mais pobre".