Governo e esquerda negoceiam menos IRS para 1,5 milhões de famílias

António Costa já assegurou que o IRS vai diminuir. Desagravamento poderá ir até ao terceiro escalão para beneficiar a classe média

Já é quase certo que no próximo ano, o País dirá adeus ao "brutal aumento de impostos" de Vítor Gaspar. O primeiro-ministro já o assegurou e, neste momento, só falta perceber quantas famílias serão abrangidas pela redução.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG