Galp avança para renováveis e exploração petrolífera no Alentejo em 2018

Graças ao Brasil, até ao final de 2017, a petrolífera prevê chegar a uma meta de produção de 100 mil barris de petróleo por dia

A Galp está já a analisar "projetos na área do fotovoltaico como soluções de energia primária de base renovável e numa lógica de mercado, sem qualquer tipo de incentivos, subsídios ou tarifas de acesso ao sistema".

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG