Fisco. Vigilância apertada a mais 800 fortunas

Número de singulares registados na Unidade dos Grandes Contribuintes mais do que duplicou

A Unidade dos Grandes Contribuintes (UGC) tem 868 novos cidadãos sob vigilância apertada, por terem rendimentos acima de 750 mil euros, mais de cinco milhões de património ou simplesmente por terem manifestações de riqueza correspondentes a isso ou estarem casados com alguém nessa situação. A notícia, avançada pelo jornal Público, dá conta que o número de singulares registados na UGC mais do que duplica, para mais de 1600 contribuintes, por via da junção dos 868 novos identificados aos 758 que a unidade já acompanhava.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG