Fidelidade compra 70% da seguradora moçambicana SIM por 46,8 milhões de euros

Fidelidade assinala que o restante capital social da SIM será detido em 22% pelo Millennium BIM e em 8% por outros acionistas minoritários

A Fidelidade anunciou esta sexta-feira a aquisição de 70% do capital da Seguradora Internacional Moçambique (SIM), que opera sob a marca Ímpar, numa transação avaliada em 46,8 milhões de euros, segundo informação divulgada ao mercado.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o Banco Comercial Português (BCP) informou que o Banco Internacional de Moçambique (BIM), em que detém, indiretamente, uma participação de 66,69%, formalizou "um acordo de longo prazo com a Fidelidade", assim como "a alienação pelo BIM à Fidelidade de ações representativas de 70% do capital social e direitos de voto da SIM".

Num comunicado divulgado esta sexta-feira pela Fidelidade, a seguradora assinala que o restante capital social da SIM será detido em 22% pelo Millennium BIM e em 8% por outros acionistas minoritários.

De igual forma, a Fidelidade sublinha que "tem uma opção que lhe permite adquirir, posteriormente, uma participação adicional de 12%".

A seguradora portuguesa anunciou ainda que o Conselho de Administração da SIM "continuará a ser presidido por Manuel Alfredo Gamito e a vice-presidência assegurada por Rui Oliveira e por Carlos Leitão, a quem caberá também a presidência executiva".

Na informação do BCP à CMVM é ainda assinalado que "no âmbito do acordo de distribuição exclusiva de longo prazo, o BIM promoverá a distribuição de seguros da SIM através do canal bancário, continuando a disponibilizar aos seus clientes um amplo leque de produtos seguradores competitivos, a qual sai reforçada pela parceria com um grupo segurador de referência, como é a Fidelidade".

O presidente executivo da Fidelidade, Rogério Campos Henriques, citado em comunicado, aponta que, com esta operação, o Grupo Fidelidade "passará a atuar no mercado moçambicano com as marcas Fidelidade e Ímpar", permitindo "desenvolver diferentes canais e parcerias na distribuição de seguros, e, dessa forma, ir ao encontro das necessidades de um maior número de clientes moçambicanos".

Criada em 1992, em Moçambique, a SIM atua nos ramos vida e não-vida, através das marcas Ímpar, com a qual está presente nos canais tradicionais, e Millennium Seguros, que opera no canal bancário.

O BCP referiu ainda que face ao valor de 46,8 milhões de euros, "a operação tem um impacto (positivo) nos resultados consolidados do BCP no exercício em curso [...] de aproximadamente 5,2 milhões de euros e um impacto positivo no rácio consolidado de CET1 e de capital total de sete pontos base".

Fundada em 1808, a Fidelidade reclama ser a seguradora líder de mercado em Portugal, nos ramos vida e não-vida, com uma quota de 28% em 2020, operando em Angola, Cabo Verde, Moçambique, Espanha, França, Macau, Peru, Bolívia, Paraguai e Chile.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG