Faria de Oliveira: Banco de Portugal podia ter alertado sobre Berardo

O atual presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB) está de novo a ser ouvido na segunda comissão parlamentar de inquérito à gestão da CGD.

Fernando Faria de Oliveira, antigo presidente da Caixa Geral de Depósitos (CGD), afirmou esta segunda-feira que o Banco de Portugal podia ter alertado o banco público sobre o risco em que incorria ao conceder um empréstimo a José Berardo para reforçar a sua posição acionista no BCP em 2007.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG