Evocação ao nazismo sem perdão para pequenos investidores da VW

Herbert Diess disse numa reunião que "os lucros libertam". Mesmo sem intenção, o gestor fez lembrar a expressão escrita nos portões de Auschwitz.

A expressão “os lucros libertam” pode custar a presidência executiva do grupo Volkswagen a Herbert Diess. Os investidores independentes do gigante automóvel alemão não aceitam o pedido de desculpas apresentado pelo gestor por causa da evocação, mesmo sem intenção, da expressão “o trabalho liberta”, que se encontra escrita nos portões do campo de concentração de Auschwitz.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos