Esforço orçamental de Centeno é sobretudo à boleia de juros e melhor economia

"Excluindo efeito de medidas temporárias e não recorrentes (one-off), o saldo orçamental das Administrações Públicas atingiu o equilíbrio", diz o CFP.

Cerca de 75% do esforço orçamental permanente (estrutural, sem recurso a medidas temporárias e pontuais) no ano de 2018 foi obtido com base numa economia mais favorável e por menor despesa com juros, diz o Conselho das Finanças Públicas (CFP), num estudo sobre as contas do ano passado, divulgado esta quinta-feira.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG