Deputados aprovam proposta do PCP para contratação de 935 médicos de família

A norma determina ainda a contratação de 630 enfermeiros, 465 assistentes técnicos e 110 assistentes operacionais para os centros de saúde.

O Governo vai ter de contratar 935 médicos de família ao longo do próximo ano, determina uma proposta do PCP aprovada esta terça-feira nas votações na especialidade do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021).

A norma, que não teve votos contra, recolheu os votos a favor do PCP, PS, PAN, Bloco de Esquerda e PSD e a abstenção do CDS, Chega e Iniciativa Liberal.

"Durante o ano de 2021, o Governo procede ao recrutamento de 935 médicos especialistas em Medicina Geral e Familiar, devendo este ocorrer em duas fases. Após conclusão do internato médico na época normal, a realizar em abril e; após a conclusão do internato médico na época especial, a realizar entre outubro e novembro", lê-se na proposta aprovada.

Mas as contratações não ficam por aqui. "Até 30 de abril de 2021 o Governo procede à contratação de 630 enfermeiros, 465 assistentes técnicos e 110 assistentes operacionais para os cuidados de saúde primários, mediante celebração de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado", detalha a norma.

A bancada comunista viu ainda aprovada a criação de 409 novas camas para os cuidados intensivos, com a contratação de 47 médicos, 626 enfermeiros e 198 assistentes operacionais.

Ainda na área da saúde, o PCP viu aprovada a proposta para substituição de material obsoleto dos hospitais. "O Governo procede, em 2021, à substituição dos equipamentos cujo tempo de vida útil previsto e respetiva amortização nos estabelecimentos hospitalares tenha sido já ultrapassado, bem como ao investimento na sua modernização e inovação tecnológica", indica a norma.

"No ano de 2021, o Governo transfere para as unidades hospitalares a verba de 50,5 milhões de euros destinada à substituição dos equipamentos obsoletos, num investimento plurianual total de €276,5 milhões de euros", refere a proposta.

Paulo Ribeiro Pinto é jornalista do Dinheiro Vivo, a sua marca de economia

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG